top of page

CHEGUEI EM ORLANDO PARA MORAR. O QUE FAZER?

Atualizado: 28 de jul. de 2022

Realmente se mudar para qualquer lugar novo, por si só, já é um ato de coragem. Parabéns se você tomou essa decisão, e se ainda por cima foi uma mudança planejada. Falando especificamente em Orlando, algumas características geográficas da cidade já de cara fazem com que as primeiras decisões sejam tomadas. Por exemplo: não há praticamente linhas de ônibus urbanos, então o uso do carro é fundamental para os deslocamentos diários. Esse é o exemplo clássico de quem muda pra Orlando, mas vamos nos aprofundar em outros pontos também.



Carro: o mercado de compra e venda de carros é muito parecido com o Brasil. No entanto, os famosos Dealers – loja de carros multimarcas – são as opções mais acessíveis para o recém-chegado. Muitos financiam apenas com o passaporte, os juros são mais elevados mas vale a pena nesse primeiro momento. Há concessionárias de carro zero também, no entanto as exigências são maiores, como a parcela de entrada do veículo e as comprovações de renda. A grande vantagem do mercado americano é que os valores são bem mais acessíveis para a população, uma vez que o dinheiro em dólar vale mais, sendo comum qualquer pessoa ter acesso aos carros mais cobiçados pelos brasileiros a um preço justo. Então a primeira dica fundamental é comprar um carro para uma locomoção mais rápida e segura.


Moradia: Orlando talvez seja a cidade com mais variedade de casas e apartamentos da Flórida. Todos os tamanhos, gostos e bolsos à disposição de todos que chegam na cidade. Você que acabou de chegar pode procurar um corretor especializado ou mesmo ir diretamente aos condomínios, que normalmente tem estrutura própria de comercialização. O mercado imobiliário também pode exigir depósitos antecipados, dependendo da negociação do proprietário. Por isso se você deseja morar em Orlando, ter um Green Card deve estar nos seus planos, pois em muitos casos, há uma facilidade e confiança por parte do proprietário em exigir menos depósitos do inquilino, exatamente por entender que a mudança será permanente.



Carteira de Motorista: as chamadas Drivers License são expedidas por um órgão do governo chamado DMV. O turista brasileiro pode circular por até 180 dias com a CNH do Brasil. Se você já tiver um carro no seu nome, independentemente de ser estudante, turista ou imigrante (Green Card), obrigatoriamente precisa da habilitação local. Os custos variam de estado para estado, mas em Orlando especificamente as taxas variam entre U$50 e U$70 dólares, já incluindo o exame teórico e prático. A idade mínima também varia de estado para estado, sendo em Orlando a partir dos 15 anos de idade já podem ter acesso a famosa Driver License, com algumas regras.


Celular: uma das coisas mais fáceis em adquirir em Orlando é aparelho e chip de celular. Há muitas operadoras com planos pré e pós pago, muito acessíveis a cada perfil de usuário. Apenas se atente ao modelo do seu celular do Brasil que as vezes pode ser incompatível com o chip americano. O ideal é comprar um celular com o chip americano para melhor experiência de uso.




Comments


bottom of page