top of page

MUDANÇAS NAS LEIS PORTUGUESAS ATRAEM BRASILEIROS



Devido aos recentes movimentos políticos e militares, o mercado de trabalho dos países da região do Euro teve uma leve queda, baseado no Instituto de Pesquisa de Emprego (IAB). Foram principalmente Alemanha, Suíça, Bélgica e Chipre que registraram uma clara queda. No entanto, o nível do Barômetro do Mercado de Trabalho Europeu ainda sugere que a evolução é boa.


Em Portugal, em julho de 2022, a Assembléia da República aprovou um projeto de lei que facilita a entrada e a permanência de estrangeiros no país.


Cidadãos que fazem parte da comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), constituído por Portugal, Brasil, Timor-Leste, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique, poderão obter vistos especiais. Os interessados em trabalhar em Portugal poderão requerer os vistos especiais diretamente nas embaixadas ou nos consulados portugueses.


Para brasileiros, a principal mudança é a criação de um visto especial para quem busca emprego. A permissão garante prazo de 120 dias, prorrogável por mais 60, para que estrangeiros sejam contratados.


Outra novidade é a criação de um visto voltado a nômades digitais e profissionais que trabalham de forma remota para outros países —nesses casos, também será exigida a comprovação de rendimentos.

De acordo com a IEBS Business School, as profissões mais procuradas e consequentemente mais bem pagas em Portugal este ano são nas áreas do Marketing, Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) e Engenharia.


A idéia do governo portugues é atrair mão de obra para dinamizar a economia que tende a ser impactada pelo envelhecimento da população.

Comments


bottom of page